Uso de células-tronco no tratamento da coluna

Células-tronco são capazes de se dividir e se transformar em outro tipos de células, podendo assim ser programadas para desenvolver e estimular a produção de um tecido saudável como cartilagem em pacientes que sofrem de degeneração discal e artrose, por exemplo.

O que se espera é que, quando injetadas, as células-tronco formem um novo tecido, regenerando a região.

Os primeiros testes sobre a hipótese do tratamento da coluna foram realizados na Clínica Mayo (EUA), com cobaias. As células-tronco foram extraídas da gordura abdominal ou da medula óssea e injetadas nos pontos das lesões. Observou-se uma melhora de 26% na altura dos discos intervertebrais e um aumento do núcleo pulposo.

Mesmo com os resultados testes sendo positivos ou, pelo menos, promissores, as pesquisas de células-tronco e suas aplicações para tratar doenças ainda estão em estágio inicial. É preciso utilizar métodos rigorosos de pesquisa e testes para garantir segurança e eficácia a longo prazo.

Referência: Kumar H, et al. Safety and tolerability of intradiscal implantation of combined autologous adipose-derived mesenchymal stem cells and hyaluronic acid in patients with chronic discogenic low back pain: 1-year follow-up of a phase I study. Stem Cell Res Ther. 2017 Nov 15;8(1):262.

Categories : Cirurgia da Coluna Coluna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *